DETALHES DO PROJETO

VOLTAR
Efeito do percentual de carga inorgânica, controle da viscosidade do cimento resinoso e aplicação de adesivo na interface adesiva cerâmica-cimento
Linhas de pesquisa:
Propriedades Físicas e Biológicas dos Materiais Odontológicos e das Estruturas Dentais
Coordenador:
Aloísio Oro Spazzin
Situação:
Em andamento
Equipe:
Dr. Ataís Bacchi, Dr. Rafael Ratto de Moraes
Duração:
Duração:
De 04/04/2016 até 28/12/2018
Projetos
Propriedades Físicas e Biológicas dos Materiais Odontológicas e das Estruturas Dentais

O objetivo do projeto é avaliar a influência do percentual de carga inorgânica, controle da viscosidade pela temperatura, aplicação de adesivo no reforço da cerâmica feldspática, na resistência adesiva e morfologia da interface cerâmica-cimento. Três cimentos resinosos experimentais fotoativados serão obtidos com matriz resinosa similar e diferentes quantidades de partículas carga inorgânica (50%, 65% e 80%).  Serão caracterizadas as propriedades destes materiais, assim como módulo de elasticidade, resistência à flexão, viscosidade, grau de conversão e taxa de polimerização. Para o teste de resistência a flexão biaxial, um total de 360 discos de cerâmica feldspática (12 x 7 mm) serão obtidos, condicionados, silanizados, e aleatoriamente divididos em 12 grupos (n=30), em função da quantidade de carga, pré-aquecimento do cimento, e utilização de adesivo. Sessenta discos adicionais serão obtidos para os grupos controle, negativo (sem tratamento) e positivo (condicionado, silanizado, recoberto com adesivo somente). Os cimentos experimentais serão empregados no recobrimento das superfícies tratadas dos discos cerâmicos simulando o processo de cimentação, gerando conjuntos cerâmica–cimento com espessura de cimento de 120±20 µm. A resistência à flexão biaxial das amostras será determinada em teste de flexão biaxial com dispositivo anel-pistão. Os dados serão submetidos à análise estatística (α=0,05), e pós-processamento estatístico dos dados será realizado para determinação do módulo de Weibull (n = 30). Análise da distribuição das tensões será realizada simulando o teste de flexão biaxial dos espécimes pelo método dos elementos finitos. Para o teste de resistência de união, serão obtidos 120 blocos (12 × 10 × 4 mm) de cerâmica e cimentados a blocos de resina composta utilizando as mesma condições experimentais relatadas para o teste de resistência à flexão biaxial. Os blocos de cerâmica-cimento-resina serão seccionados obtendo espécimes em forma de barras, com área da interface adesiva de aproximadamente 1 mm2, e submetidos ao teste de microtração em máquina de ensaio universal até a fratura com velocidade de 0,5 mm.min-1. Os dados serão submetidos à análise estatística (α=0,05). Caracterização morfológica da interface cerâmica-cimento será realizada em MEV.