DETALHES DO PROJETO

VOLTAR
Desenvolvimento, caracterização estrutural e biológica in vitro de um NANOscaffold injetável para uso na Odontologia
Linhas de pesquisa:
Propriedades Físicas e Biológicas dos Materiais Odontológicos e das Estruturas Dentais
Coordenador:
Rodrigo Varella de Carvalho
Situação:
Em andamento
Equipe:
Aloísio Oro Spazzin, Doutor Ataís Bacchi, Doutor Débora Alves Nunes Mario, Doutor Françoise Van de Sande, Doutor Graziela Oro Cericato, Doutor José Roberto Vanni, Doutor Lílian Rigo, Doutor Paula Cristine Ghiggi, Doutor Universidade Federal de Pelotas: Flávio Fernando Demarco, Doutor
Duração:
Duração:
Desde
Projetos
Propriedades Físicas e Biológicas dos Materiais Odontológicas e das Estruturas Dentais

Muitos estudos têm sido conduzidos na tentativa de avançar os conhecimentos existentes na engenharia tecidual. Nesse sentido, a Odontologia também tem evoluído significativamente nessa área. Aliando conhecimentos da Engenharia dos Materiais, Biotecnologia e Odontologia, avanços importantes têm sido alcançados. No entanto, a reconstrução de órgãos e tecidos ainda apresenta uma série de desafios para os pesquisadores. Assim, o objetivo do presente projeto de pesquisa será o desenvolvimento de um hidrogel de alginato, a sua caracterização micro estrutural, funcionalização com lectinas, além de testar a adesão e proliferação de uma linhagem celular no material proposto. Pretende-se que esse hidrogel de alginato possua características que permitam o seu uso como um scaffold injetável para uso no interior dos canais radiculares, como um substituto do tecido pulpar. Assim, seria possível, com a complementação de estudos futuros de aplicação in vivo, o desenvolvimento de uma polpa dental artificial funcional. Para isso, alginato de sódio será misturado a dióxido de titânio (nanoparticulado) e essa mistura será funcionalizada com lectinas (proteínas). Para a caracterização do scaffold, o material será liofilizado e preparado para avaliação ao Microscópio Eletrônico de Varredura. Após, será avaliada a adesão e proliferação de odontoblastos (MDPC-23) no scaffold. O método de avaliação da adesão e proliferação celular usado será o WST-1 (método colorimétrico baseado na presença de enzimas da respiração celular). A avaliação da taxa de crescimento celular será realizada em espectrofotômetro (405 nm). Os valores de absorbância obtidos serão tabulados e submetidos à análise estatística de acordo com a distribuição dos dados (paramétricos ou não paramétricos).