NOTÍCIAS

21/02/2019
Startups desruptivas: para onde vão as boas ideias?

Por: Francine Tiecher

() comentários

Tema foi abordado durante Aula Inaugural dos Cursos de Engenharia da IMED Passo Fundo

 

Todas as carreiras estão em profunda transformação e tudo aquilo que puder ser feito por uma máquina, por um robô, utilizando a internet das coisas e a indústria 4.0, vai ser feito em 10 anos.

“Teoricamente nós estamos iniciando a formação de jovens estudantes que vão terminar a graduação em um mundo completamente diferente. A nossa preocupação na IMED é essa: como preparar os acadêmicos não somente para serem usuários desse mundo da tecnologia, esse mundo das mudanças exponenciais, mas que possam ser autores desse mundo, ser proponentes de soluções, de mudanças? Isso tem muito a ver com o empreendedorismo, tem a ver com as mudanças das profissões do futuro, com as habilidades do cidadão do Século 21, que é o que a nossa reforma curricular está propondo”, explica o professor Dr. Amilton Martins, Coordenador do Centro de Inovação e Educação da IMED.

Essas e outras questões relacionadas ao tema “Startups disruptivas: para onde vão as boas ideias?” foram abordadas durante a Aula Inaugural dos Cursos de graduação em Engenharia da IMED Passo Fundo, na noite desta quarta-feira (20/02).

Marcando oficialmente o início do semestre, a atividade destinada a todos os acadêmicos das Engenharias (Civil, Elétrica, Mecânica e de Produção) da instituição, e demais áreas, incluindo os calouros, teve como palestrante o professor Amilton, que conversou com os futuros profissionais sobre a realidade de todas as áreas do conhecimento.

“A pergunta que tem por trás disso é: como a nossa área ou profissão vai estar atuando daqui há 10 anos? A gente tem poucas respostas, mas temos certeza de que elas não serão como são hoje, e essa foi a principal proposta da palestra”, comenta Amilton.

Para a Coordenadora das Engenharias, Me. Jéssica Flesch Novaes, nessa aula inicial se buscou realizar uma apresentação aos 134 alunos novos da área, e aos demais participantes, qual é o suporte que a IMED oferece aos acadêmicos, além de gerar um momento de integração. Depois desse primeiro contato, a palestra teve o objetivo de atentar os estudantes sobre o assunto que está em alta na atualidade. “Infelizmente ainda falamos sobre startups e o pessoal nem sabe do que se trata. Então, apresentar a eles esse tema, por meio da fala do Amilton, que é expert em assuntos inovadores, pôde despertar neles um interesse no assunto e pôde fazê-los perceber que grandes ideias podem ser construídas em conjunto, inclusive com profissionais de diferentes áreas”, comenta.

O bate-papo organizado pelo Diretório Acadêmico das Engenharias - DAEE da IMED contou ainda com a apresentação do diretório, da coordenação do curso e do corpo docente da área.

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia
Quero me inscrever
Fechar

Registrar Interesse

Se interessou pelo curso? Preencha os campos abaixo com seus dados e aguardo pelo nosso contato para mais informações.