NOTÍCIAS

02/09/2020
O papel do enfermeiro na promoção dos direitos reprodutivos e sexuais

Por: Karen Vidaleti

() comentários

Temática foi abordada pelas enfermeiras Kelly Silva e Valquíria Lima de Oliveira, convidadas da disciplina de Saúde Coletiva

A prática da enfermagem pode contribuir para a promoção e a consolidação dos direitos reprodutivos sexuais, visto que tem por base o cuidado do ser humano em sua integralidade. O tema foi abordado na disciplina ‘Saúde Coletiva II - Saúde da Mulher e Neonatologia’, do curso de Enfermagem da IMED Campus Porto Alegre, que trouxe como convidadas as enfermeiras Kelly Silva e Valquíria Lima de Oliveira.

As convidadas trataram da atuação do enfermeiro no atendimento à mulher nas diferentes fases do seu ciclo reprodutivo (infância impúbere, puberdade, fase adulta e climatério) e sua contribuição na orientação e disseminação de informações à população. 

“As mulheres planejam o momento de ter filhos. É importante lembrar que temos uma questão fisiológica, mas também temos a questão do eu. Então, o que eu quero da minha vida reprodutiva? Também é preciso lembrar que a mulher é o todo e há os fatores (diabetes, obesidade, hipertensão, etc) que implicam muito na vida da mulher, na fase reprodutiva”, relatou Kelly.

A consulta de enfermagem vai muito além da consulta ginecológica, pois também inclui o planejamento familiar, pré-natal, parturiente e puérpera, puericultura e visitas domiciliares. Também esteve em pauta a necessidade de considerar, no momento da consulta, os fatores sociais, econômicos, religiosos e estilo de vida aos quais a mulher está inserida, a fim de conduzir o melhor acolhimento, amparo e orientação da paciente. 

Assim, as apresentações refletiram sobre os aspectos que refletem na vulnerabilidade da mulher e sobre como a enfermagem pode contribuir para transformação social. “O enfermeiro está ali muito mais do que prestar um cuidado à saúde física, mas à saúde psíquica também e isso envolve a qualidade de vida das pessoas que se encontram em situação de vulnerabilidade”, considerou Valquíria.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia
Quero me inscrever
Fechar

Registrar Interesse

Se interessou pelo curso? Preencha os campos abaixo com seus dados e aguardo pelo nosso contato para mais informações.