NOTÍCIAS

16/04/2019
Alunos analisam Loteamento Canaã e Chácara Bela Vista

Por: Paula Steffenon

() comentários

Visita técnica envolveu acadêmicos do Curso de Arquitetura e Urbanismo

Compreender perspectivas teóricas da sociologia urbana bem como analisar realidades específicas a partir de perspectivas sociológicas, estão entre os objetivos da disciplina de “Fundamentos Sociais Aplicados à Arquitetura e Urbanismo”, ministrada pelo professor Dr. Henrique Kujawa do Curso de Arquitetura e Urbanismo da IMED. Buscando atingir estes objetivos, dentre as atividades, alunos realizaram recentemente visitas técnicas ao Loteamento Canaã e ocupação Chácara Bela Vista, em Passo Fundo.

Conforme o professor Kujawa, a escolha desses locais se deu porque representam realidades emblemáticas. “O Canaã é um loteamento que tem financiamento pelo programa Minha Casa Minha Vida- Entidades e tem se referenciado como um exemplo positivo para a solução do déficit habitacional para grupos sociais de baixa renda.  Já a ocupação Chácara Bela Vista reflete a problemática dos vazios urbanos e das ocupações somadas com o grande déficit habitacional de Passo Fundo. Então, a proposta da disciplina é permitir que os alunos façam a leitura destas realidades a partir de diferentes perspectivas teóricas estudadas em sala de aula, ampliando seu conhecimento crítico sobre os processos de urbanização”, explica o professor.

No Loteamento Canaã com a líder do grupo  Mulheres Unidas Venceremos, Jozelina Santos

No Canaã os estudantes foram recebidos pela líder do grupo Mulheres Unidas Venceremos, Jozelina Santos, que contou a trajetória da entidade e o histórico da construção do Canaã. Posteriormente os alunos, divididos em grupos falaram com os moradores e coletaram informações, por meio de entrevistas, a fim de subsidiar o trabalho proposto na disciplina. Na ocupação Chácara Bela vista eles foram recebidos por um dos representantes do Movimento Nacional de Luta Pela Moradia, Denair Sandre que falou sobre o déficit habitacional em Passo Fundo e realidade vivida pelos moradores da ocupação.

O estudante Igor Bonafé, ressaltou a importância das visitas técnicas na construção do conhecimento e formação acadêmica. Ele reforçou a importância de conhecer e compreender as diferentes perspectivas da habitação de interesse social e da ocupação invadida. “Tudo o que foi colocado durante as aulas teóricas foi concluído fisicamente com a visita, assim ficou mais claro e entendido a proposta da ementa na disciplina. Nestas visitas, principalmente na ocupação, podemos ver e sentir as necessidades sociais das pessoas, as dificuldades com o poder público. Em seus olhos consegui ver o desespero de saber que a qualquer momento poderão ter que deixar o local e não terão para onde ir. Na habitação Canaã consegui ver a expressão do sonho realizado de ter a residência própria”, comentou.

 

Na ocupação Chácara Bela Vista

As diferenças sociais também foram destacadas pela estudante Sabrina Stachowski, que apontou o direito à habitação como um grande problema social em Passo Fundo. “No Loteamento Canaã observamos uma iniciativa muito interessante, o Minha Casa Minha Vida-Entidades que resolveu o problema de moradia para mais de 200 famílias. Iniciativas como esta em muitas ocupações de Passo Fundo poderiam ter um desfecho diferente, com condições de vida dignas, diferente do que infelizmente vimos na ocupação Chácara Bela Vista”, argumentou Sabrina.

Durante a visita, os alunos doaram alimentos não perecíveis aos moradores mais vulneráveis da ocupação Chácara Bela Vista.

** Fotos: Divulgação

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia
Quero me inscrever
Fechar

Registrar Interesse

Se interessou pelo curso? Preencha os campos abaixo com seus dados e aguardo pelo nosso contato para mais informações.