Como Logar?

Comunicação

Notícias

VOLTAR
06/12/2018
Veterinária da IMED é responsável pela saúde dos animais presentes no XVIII Rodeio Internacional de Passo Fundo

Por: Francine Tiecher

() comentários

Com o intuito de promover a inserção dos alunos de graduação da instituição nas práticas de atribuições do Médico Veterinário, proporcionando a integração do acadêmico com o mercado de trabalho, o Curso de Medicina Veterinária da IMED instiga desde o primeiro semestre da graduação, o contato dos estudantes com a prática profissional, por meio do Projeto de Extensão “Vivências Práticas Veterinárias”.

Nesse sentido, o curso de Medicina Veterinária da instituição, em parceria com o Grande Porte Centro Cirúrgico, está responsável pela saúde e bem estar de mais de 400 equinos que participam do XVIII Rodeio Internacional de Passo Fundo, que ocorre até o próximo domingo (09/12).

Os estudantes do 1º ao 6º nível da graduação estão participando dos cuidados dos animais que participam do rodeio, responsáveis pelos atendimentos de emergência, sendo que a equipe atende casos de cavalos lacerados, equinos com cólica, casos de cavalos reclamando por algum tipo de dor, qualquer tipo de acidente ou problema que possa acontecer durante as competições.

“Entre os casos mais comuns de problemas que podem ocorrer com os cavalos de laço e que geralmente são atendidos estão as claudicações (manqueiras), mau ferrageamento e cólicas, ocasionadas pelos animais estarem longe de casa sem uma alimentação correta ou pela falta de hidratação adequada, uma vez que os cavalos passam a maior parte do tempo realizando atividades físicas e acabam tendo um período limitado de água à disposição”, explica o professor Tiago Zart Arruda, docente do curso que está coordenando os estudantes e que, juntamente com a Médica Veterinária Taline Scalso Picetti, é sócio do Grande Porte Centro Cirúrgico, que é um dos locais de ensino/aprendizagem do curso.

“Este tipo de atividade é muito importante, uma vez que o estudante consegue visualizar diferentes campos de atuação do Médico Veterinário dentro do complexo do agronegócio do cavalo. Aas atividades desenvolvidas pelos acadêmicos vão desde o bem estar dos animais até o atendimento clínico e cirúrgico. No rodeio, estão sendo realizados os primeiros atendimentos e, havendo necessidade, os animais e equipe podem ser deslocados para o Hospital de Grandes Animais para internação e procedimentos cirúrgicos necessários”, comenta o Coordenador do Curso de Medicina Veterinária da IMED, Dr. Deniz Anziliero.

Os alunos estão presentes 24 horas por dia no rodeio, garantindo o bem estar e a saúde dos animais participantes do evento.

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia