Comunicação

Notícias

VOLTAR
13/05/2016
Quarta turma do projeto #TeuFuturo inicia atividades

Por: Bruna de Mattos

() comentários

Objetivando aproximar o estudante do Ensino Médio com o meio acadêmico e a pesquisa aplicada, mostrando os conceitos básicos que permeiam uma formação acadêmica de excelência o Projeto #TeuFuturo chega a sua quarta turma.

Os alunos foram selecionados entre 15 escolas de Ensino Médio, sendo 12 de Passo Fundo, 2 de Marau e 1 de Tapejara. A partir de entrevistas foi possível selecionar os alunos que apresentam o perfil para participar do Programa. Após esta etapa o grupo foi dividido em duas turmas, uma com 28 participantes e outra com 18 alunos.

Ambas as turmas vão participar dos módulos I, que trabalha Programação e módulos II, de Robótica. As aulas serão ministradas pelos professores Thaísa Leal e Fahad Kalil.

O terceiro módulo é inserido ao longo das atividades e abordará o planejamento da carreira dos alunos, destacando visita a empresas, como se portar diante de uma entrevista e como elaborar um currículo.

O curso terá duração de seis meses, com um encontro presencial semanal, onde será disponibilizado aos alunos atividades para desenvolver habilidades na programação e robótica para que, ao final do curso, estejam aptos a construir jogos e protótipos de robótica.

A coordenadora do Projeto #TeuFuturo, professora Ariane Pazinato destaca a relevância do mesmo perante aos alunos que foram selecionados. “Atualmente o mercado de TI está crescendo e demandando muitos profissionais, os quais não estamos dando conta de formar na graduação para suprir essas demandas de mercado. Assim o objetivo é despertar o interesse em programação e robótica, ou mesmo em outra área das Tecnologias de Informação, para que seja possível inserir alunos em estágios na área mesmo antes de iniciarem uma graduação”, explica.

A professora ressalta ainda que, além do #TeuFuturo está sendo desenvolvido outro projeto que envolve alunos e professores, onde os participantes vão estar desenvolvendo habilidades na programação e robótica para auxiliar na pesquisa de uma moradia ecoeficiente. “É importante oportunizar a eles a pesquisa científica e o contato com o meio acadêmico”, conclui.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia