Comunicação

Notícias

VOLTAR
17/10/2019
Projeto de extensão leva sorrisos e brincadeiras à Pediatria do HC

Por: Daniel Santos

() comentários

A ação envolve estudantes de Medicina e Psicologia da IMED, que oferecem diversas atividades aos pequenos pacientes

“O sorriso e a brincadeira fazem parte do contexto da saúde”, já dizia o médico Patch Adams – famoso por sua metodologia inusitada no tratamento de doenças, teve sua trajetória retratada no filme ‘O Amor é Contagioso’, de 1998.  Se o sorriso e a brincadeira podem contribuir com a promoção da saúde, é justamente esse o lema de um projeto desenvolvido pelos cursos de Medicina e Psicologia da IMED, junto às crianças atendidas na pediatria do Hospital de Clínicas de Passo Fundo (HC).  Por meio de atividades lúdico-pedagógicas, o Pediart tem a intenção de promover a humanização do ambiente hospitalar. “A dinâmica do projeto consiste em visitas semanais aos pacientes hospitalizados na Pediatria do HC. Durante essas visitas, os estudantes desenvolvem brincadeiras, atividades culturais, desenhos, contação de histórias”, relata a estudante de Medicina da IMED, Dafne Berbigier Dino - uma das idealizadoras da ação.

 

 

Com a orientação dos coordenadores do projeto de extensão, os alunos também levam até os quartos das crianças e adolescentes atividades como: Jogos de tabuleiro, elaboração de Origamis, brincadeiras orais como trava-línguas, parlendas, adivinhas, teatro de bonecos, dedoches e interpretação com acompanhamento instrumental de músicas infantis. “Em 2019, a IMED completa 15 anos de história, e nesse período desenvolveu diversas iniciativas capazes de impactar positivamente a vida das pessoas e das comunidades. A IMED conta hoje com mais de 40 projetos institucionalizados de extensão, que, articulados ao Ensino e à Pesquisa, são capazes de, efetivamente, apresentar resultados, produtos e serviços à comunidade loco-regional. O projeto PediArte é um exemplo disso, proporcionando melhor qualidade de vida às crianças no processo de reabilitação”, comenta Élvis Mognhon, Coordenador de Extensão e Responsabilidade Social da IMED.

 

“A importância do Projeto Pediarte consiste, principalmente, em proporcionar aos acadêmicos uma visão mais ampla do paciente e do impacto de todas as suas ações, além de trazer às crianças e aos adolescentes um momento de alegria em meio às contingências, muitas vezes desafiantes, da hospitalização”, acrescenta Dafne.

As atividades do Pediarte fazem parte de um projeto de extensão vinculada ao Hospital Escola IMED HC. “A ação envolve cerca de 10 alunos voluntários, que trabalham para oferecer uma melhor experiência para as crianças dentro do Hospital. O projeto foi sugerido pelos próprios alunos que desenvolveram e executam as atividades propostas sob a minha supervisão”, explica o coordenador do curso de Medicina da IMED, professor Luiz Artur Rosa Filho.

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia