Comunicação

Notícias

VOLTAR
13/09/2019
Mestrando em Administração participa de imersão no Vale do Silício

Por: Eduarda Ricci Perin

() comentários

Durante a imersão o aluno conheceu as características que tornam a região uma das mais inovadoras do mundo

 

O aluno do Mestrado em Administração, vinculado ao Programa de Pós-Graduação em Administração (PPGA) da IMED, Lessandro Sassi da Silva, participou de uma imersão no Vale do Silício entre os dias 26 a 30 de agosto. 

Foram cinco dias de atividades, palestras com entidades governamentais, conversas com fundadores de startups e visitas a empresas e universidades nas cidades de São Francisco, Berkeley, Oakland, Palo Alto, Mountain View e Cupertino, no estado americano da Califórnia. Entre os locais visitados estavam a sede do Google, a Universidade de Stanford, a Universidade de Berkeley e a Apple Visitor Center.

Durante a imersão, de acordo com o mestrando, foi possível conhecer o ecossistema do Vale do Silício e compreender as características que fazem com que a região se destaque como uma das mais inovadores do mundo e atraia grandes investimentos.

Entre os principais fatores de sucesso, para Lessandro, estão a diversidade da população que vive na região, composta por mais de 100 nacionalidades diferentes, as instituições de ensino que desenvolvem pesquisas de ponta como a Universidade de Stanford e Universidade de Berkeley e a existência de incubadoras e aceleradoras de startups como a Circuit Launch (uma aceleradora de hardware) e a MBC BioLabs (uma aceleradora de biotecnologia). Além disso, a existência de condições políticas e econômicas favorecem o ecossistema da região, possibilitando acesso a investimentos ao maior mercado consumidor do mundo.

As características dos empreendedores e a maneira com estruturam suas startups também são diferenciais, segundo o mestrando. “Um dos pontos principais é a mentalidade dessas pessoas, que trabalham com a lógica de errar bastante, rápido e de maneira barata. Isso possibilita ajustar o modelo de negócio das startups e as prepara para o crescimento exponencial e escalável”, conta.

Para ele, a mentalidade das pessoas que estão no Vale do Silício é um dos grandes diferenciais do sucesso. “Os empreendedores trabalham com a lógica de que a tecnologia e as inovações são ferramentas para conectar, facilitar e melhorar a vida das pessoas e desenvolvem seus negócios a partir da busca por oportunidades de resolver problemas reais de maneira inovadora”, comenta Lessandro.

Segundo ele, o Vale do Silício recebeu este nome após uma série de artigos publicados pelo jornalista Don Hoefler em 1971 para revista Eletronic News. “Os artigos faziam referência a região da baía de São Francisco onde estavam localizadas grandes fabricantes de chips de computadores como AMD e a INTEL e pela tradição do local abrigar empresas de experimentação e inovação nas áreas de rádio, televisão e produtos eletrônicos militares”, finaliza.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia