Como Logar?

Comunicação

Notícias

VOLTAR
03/10/2017
IMED conquista Prêmio Top Ser Humano

Por: Fabiana Duarte

() comentários

A IMED recebeu da Associação Brasileira de Recursos Humanos, Seccional Rio Grande do Sul (ABRH-RS), o Prêmio Top Ser Humano 2017. Essa é a segunda vez que a IMED conquista este reconhecimento que, na categoria organização, premia cases ou projetos implantados, relativos à gestão ou desenvolvimento dos seres humanos no âmbito das organizações, incentivando a valorização das pessoas no ambiente de trabalho. A entrega aconteceu na noite de 27 de setembro, no Grêmio Náutico União, em Porto Alegre. Ao todo, foram 38 premiados - 29 no Top Ser Humano e nove no Top Cidadania.

Para a coordenadora do Departamento de Gestão de Pessoas da IMED, Elaine Taufer, receber a premiação significa reconhecimento à dedicação e comprometimento do trabalho que a IMED vem realizando no desenvolvimento de seus profissionais. “Também é uma possibilidade de divulgar uma prática inovadora em Instituições de Ensino, compartilhando o que estamos aplicando e apresentar os resultados obtidos, que é valorizar o ser humano como diferencial estratégico para a Instituição”, afirma.

A IMED apresentou o case "Programa Conexões", que foi implementado no ano de 2014, com o objetivo de ser um modelo de gestão para identificar, gerenciar e desenvolver, de forma diferenciada, os profissionais da IMED, impulsionando o máximo potencial, principalmente do quadro docente e garantir a qualidade do ensino oferecido pela Instituição. “Dentro do contexto da gestão de pessoas, a Instituição implantou o programa que tem como base a Gestão por Competências, sendo um guia para o crescimento e para a movimentação vertical e horizontal da carreira dos profissionais, que apresenta até onde a carreira pode ir e quais competências deverá desenvolver para chegar lá”, esclarece a coordenadora.

Ainda conforme Elaine, após o quarto ano de implantação do Conexões, foi constatado que o Programa facilitou a tarefa de gerenciar, possibilitando justiça e coerência no trato com as pessoas, eliminando parte da subjetividade inerente aos processos de avaliação, uma vez que se considerou o sistema como facilitador no processo de orientação aos profissionais, no que diz respeito a oportunidades de carreira e à priorização de programas de capacitação.
“O Conexões se revelou não somente um programa de Gestão de Competências, mas um motivador para crescimento profissional e pessoal, atuando assim como agente de mudança nos mais variados contextos por meio de seus profissionais”, destaca.

 

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia