Comunicação

Notícias

VOLTAR
06/02/2019
Fique atento ao prazo de renovação do FIES

Por: Paula Steffenon

() comentários

IMED disponibiliza o aditamento apenas para contratos anteriores ao ano de 2018

 

A IMED começa a disponibilizar a partir desta quarta-feira (06), o aditamento para a renovação do FIES  2019/1. Nesta edição, estão sendo liberados aditamentos apenas para os contratos anteriores ao ano de 2018.

Conforme o Departamento de Bolsas e Financiamentos, ao receber a notificação de liberação do aditamento, o aluno deve acessar o site do SisFIES e confirmar os valores cursados no período letivo 2019/1 respondendo a duas perguntas, como mostra a imagem abaixo:

Após o aluno deve verificar se seu aditamento é simplificado ou não simplificado:

 

Aditamento simplificado

O estudante estará dispensado da assinatura manual no Documento de Regularidade de Matrícula (DRM), a ser impresso pela Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA), visto que ela foi substituída pelo indicativo de uso de senha pessoal.

Aditamento não simplificado

O próximo passo é dirigir-se à CPSA da instituição de ensino para retirar uma via do Documento de Regularidade de Matrícula (DRM), devidamente assinada pelo Presidente ou Vice-Presidente e comparecer ao banco para formalização do aditamento, observado o prazo limite para conclusão do processo.

Para o banco, quando for o caso, é sempre necessária a apresentação do original do documento de identificação e do original e cópia dos documentos abaixo discriminados, quando ocorrer alteração após a contratação do financiamento ou após a realização do último aditamento:

 

Pelo estudante

a) ao banco:

1. comprovante de residência atualizado;

2. certidão de casamento, do CPF e do documento de identificação do cônjuge, em caso de alteração do estado civil do estudante; e

3. termo de concessão ou termo mais recente de atualização do usufruto de bolsa parcial do ProUni, em caso de obtenção desse benefício.

 

Pelo Fiador

a) ao banco:

1. CPF;

2. certidão de casamento, CPF e documento de identificação do cônjuge, se for o caso;

3. comprovante de residência; e

4. comprovante de rendimentos, em caso de alteração de renda, inclusão ou substituição de fiador do contrato de financiamento.  

 

Se seu aditamento ainda não foi disponibilizado consulte seu e-mail e verifique se você não precisa dilatar seu contrato ou apresentar a carta justificativa.

Ainda tem dúvidas? Clique aqui e baixe o manual para a realização do aditamento.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia