Comunicação

Notícias

VOLTAR
12/08/2019
Engenharias com a mão na massa, e com a torta na cara

Por: Francine Tiecher

() comentários

3ª edição das Engenharíadas movimentou a IMED Passo Fundo no último sábado (10/08)

 

Os laboratórios das Engenharias da IMED Passo Fundo estiveram movimentados no último sábado (10/08), com a 3ª edição da “Engenharíadas”.

O evento realizado anualmente tem o intuito de proporcionar um momento de integração entre os alunos de graduação, do 1º ao 10º semestre, de forma descontraída, testando os conhecimentos adquiridos nas disciplinas dos Cursos de Engenharia Civil, Elétrica, Mecânica e da Produção da IMED, juntamente com o Mestrado em Engenharia Civil da instituição.

“A cada ano a “Engenharíadas” evolui, nesta 3ª edição apostamos na multidisciplinaridade e na integração entre as quatro engenharias da IMED. Com provas mais dinâmicas, o trabalho em equipe foi essencial. O papel do líder foi marcante, já que era o responsável por balizar as tarefas e escolher qual participante faria qual atividade. Algumas provas aconteceram em simultaneidade, escolher o colega com maior aptidão para determinada tarefa foi fundamental. Foi um dia de rever conceitos, aplicando na prática. Dia de fazer novos amigos também e no final, rir muito com os professores levando tortada. O que mais queríamos era que eles acertassem as respostas, a torta na cara foi só mais uma motivação”, comenta a Coordenadora da Engenharia Civil da IMED, Me. Jéssica Flesch.

Nesta edição, os alunos foram separados em equipes compostas por níveis diferenciados, em que foram desafiados e testados em quatro grandes áreas: alvenaria, hidráulica, elétrica e aerodinâmica. A final foi disputada através do KAHOOT, composto por blocos de perguntas de todas as áreas da engenharia, elaboradas por vários professores dos cursos. A dinâmica funcionou da seguinte forma: se o aluno errasse o questionamento, levava uma torta na cara. Quando as quatro equipes acertavam a mesma pergunta, escolhiam qual professor levaria a tortada.

“A Engenharíadas vem para acrescentar o lema que a instituição e, principalmente, o curso de engenharia sempre traz em sua essência: a inovação. Falar da IMED e principalmente do curso de Engenharia Civil fica fácil para mim, visto que sou graduada em Engenharia Civil pela instituição e hoje faço parte do mestrado em Engenharia Civil, ofertado pela mesma. Como tutora do grupo vencedor (melhor grupo, diga-se de passagem), acredito que ganhar não foi o ápice de tudo, mas foi o fechamento de ouro que queríamos. As provas estavam dentro do contexto de teorias aprendidos dentro da sala de aula, então bastava só aplicarmos todo o nosso conhecimento adquirido e solucionar os desafios que nos foram indagados. O mérito da vitória vai todo para equipe, visto que nada poderia ter dado certo se não tivéssemos trabalhados juntos. Parabéns ao pessoal envolvido que organizou cada detalhe, obrigada aos professores por todo conhecimento transmitido e pela amizade dentro e fora da instituição, vocês fazem a diferença”, destaca a mestranda Rafaela Casanova.

Os mestrandos em Engenharia Civil da instituição foram tutores das equipes, e tiveram o apoio dos professores Juliano Silva, Michelle Trevisan e Diego Boeira. Também estiveram presentes durante a competição os docentes Marinês Novello, Elvira Lantelme, Edson Araújo, Patrícia Michel, Rodrigo Silva, Jackson Ditz, Jéssica Flesch Novaes, Evandro Soffiatti e Francieli Bonsembiante.

“A competição foi bem legal, de certa forma as provas abrangiam um pouco de cada curso, conseguindo interagir com as pessoas de todas as engenharias, sem contar a prova de perguntas, onde foi muito divertido e descontraído”, conta a aluna do 2º nível da Engenharia Elétrica, Dennys Gross.

Os campeões foram os 15 acadêmicos integrantes da Equipe Laranja, que ganharam um combo do Santa Burguer Bar cada.

“Participei das outras duas edições das “Engenharíadas” e esse ano foi a melhor, as atividades focaram no trabalho em equipe, na colaboração para o melhor desempenho e acima de tudo no engajamento para a execução das tarefas. Acredito que o evento é reflexo do crescimento do curso de Engenharia Civil da IMED, logo fico muito feliz em fazer parte disso e participar destes eventos que agregam para todos. Queria também parabenizar aos professores, mestrandos e a coordenação do curso pela iniciativa do evento”, conta Carina Rosa, estudante do 9º nível de Engenharia Civil.

Além do sorteio de brindes dos apoiadores Santa Burguer Bar, D.A. Engenharia e Arquitetura e da Atlética Engenharia e Arquitetura, ao final da atividade houve ainda um almoço de confraternização entre os alunos e professores.

Durante a iniciativa, foram arrecadados alimentos que serão doados à uma instituição beneficente.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia