Comunicação

Notícias

VOLTAR
12/11/2019
Disciplina de Luminotécnica alia teoria e prática em Arquitetura

Por: Eduarda Ricci Perin

() comentários

Conteúdos teóricos e visitas técnicas permitiram aos acadêmicos o entendimento de todo o processo de Luminotécnica, desde a fabricação, comercialização e aplicação dos equipamentos de iluminação em geral

Alunos do quinto ao décimo nível do curso de Arquitetura e Urbanismo da IMED participaram neste semestre de mais uma edição da disciplina eletiva de Luminotécnica. De acordo com a professora Camila Ricci, nesta edição, a programação foi dividida em duas etapas: na primeira, os alunos receberam todo o conteúdo teórico com exercícios de aplicação do mesmo e na segunda etapa, a proposta foi proporcionar o conhecimento de forma bem prática, aproximando os alunos do dia a dia profissional.

Segundo a professora Camila Ricci, que ministrou a disciplina, o número de alunos matriculados mais uma vez superou a expectativa. Segundo ela, a grande procura pela disciplina se dá pelo fato de que o conteúdo é extremamente complementar ao currículo de um futuro profissional Arquiteto.

As atividades começaram com uma visita em uma fábrica que é referência mundial em iluminação, na tecnologia LED, situada em Caxias do Sul/RS, onde foi possível ter noção de como os equipamentos funcionam, são montados e expedidos para os consumidores. “Isso capacitou os alunos nesta parte bem técnica do que futuramente especificarão em seus projetos”, destacou a professora.

Posteriormente, foi o momento de os alunos conhecerem uma das lojas referência na cidade de Passo Fundo, que fornece uma ampla linha de produtos de iluminação, a empresa Luzzi. “Neste dia puderam ver como o produto chega na loja e como se faz o contato com o cliente, entendendo todo o processo que faz parte de uma venda. Também tiveram a oportunidade de ter um workshop, com o arquiteto Especialista em Luminotécnica, Maikel Orlando, proprietário da loja, sobre os diferentes tipos de lâmpadas, compreendendo melhor a aplicação ideal de cada modelo, considerando foco, temperatura da luz, custo-benefício, entre outros. Além, é claro, de visualizar diversos e modernos modelos de luminárias existentes no mercado”, conta.

Após o conhecimento mais técnico dos produtos, foi o momento de iniciar a compreensão da luminotécnica na prática. “Primeiramente realizamos um tour no Shopping Passo Fundo, que possibilitou apreciar de que forma os empreendimentos comerciais aplicam a iluminação, no intuito de favorecer suas vendas e aguçar a vontade do consumidor de adentrar seu estabelecimento”, enfatiza a professora Camila.

As atividades da disciplina foram encerradas com a visita técnica no KUBE Home Resort, uma proposta diferente e inovadora pertencente à CVF Incorporadora. “Na oportunidade os alunos foram acompanhados pelo proprietário da empresa, Márcio Daniel, que explicou todas as etapas de construção da obra, desde a concepção conceitual dos projetos, sistema e logística de trabalho e os acompanhou por toda área já construída, mais 7.700m², onde toda área de lazer e apartamentos decorados já estão disponíveis para apreciação no local”, conta. Assim, a disciplina concluiu a segunda etapa, proporcionando a oportunidade de apreciar a luminotécnica em ambientes residenciais.

Segundo a professora Camila Ricci, este ciclo foi muito interessante e produtivo, pois permitiu entender todo um processo da área, desde a hora de fabricação, comercialização e aplicação dos equipamentos de iluminação em geral, o que também aproxima os alunos da prática profissional, além de dinamizar e ampliar positivamente o conhecimento do conteúdo.

De acordo com o aluno Eduardo Fernandes, “experiências assim, incluindo também a visita técnica na Save Energy, são de grande valia pois aprendemos na prática as teorias das luminárias e lâmpadas, permitindo a interação dos alunos e absorvendo um maior conhecimento”, comenta.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia