Comunicação

Notícias

VOLTAR
10/09/2021
Conexão internacional: do Sudão à IMED

Por: Eduarda Perin

() comentários

Visita de ministro sudanês à instituição representa aproximação e relação internacional

As pesquisas científicas relacionadas ao agronegócio e o curso de graduação em Medicina Veterinária da IMED motivaram a visita do ministro de Recursos Animais, Pesca e Pastagem do Sudão, Faysal Hassan Ibrahim, e de seu filho, Mohamed Faisal Hassan, à instituição, no início de setembro.

Desde 2011, a partir de um convênio de cooperação com o Ministério da Agricultura do Brasil, o ministro sudanês visita o país e firma parcerias com o objetivo de conhecer tecnologias e exportá-las ao país africano.

Foi a partir da relação com uma empresa de genética bovina da região e do desejo de conhecer e se aproximar de uma instituição de ensino, que o ministro e seu filho chegaram à IMED.  

No encontro, os visitantes conheceram mais sobre a instituição, seus cursos de graduação e pós-graduação Lato e Stricto Sensu, além das ações do Hub de Inovação. A IMED foi apresentada pela diretora de Pesquisa e Pós-Graduação Stricto Sensu, Caroline Calice da Silva. Ela compartilhou dados e informações sobre a estrutura organizacional da IMED, além de apresentar uma linha do tempo com as principais conquistas da instituição em 17 anos de história.

Foi realizado também um tour pela IMED, especialmente nos laboratórios e espaços destinados ao ensino de Medicina Veterinária e ao atendimento de animais de pequeno porte. Com uma estrutura de mais de 800m², o espaço de atendimento clínico compreende desde consultórios até salas de exames laboratoriais e diagnóstico por imagem (raio-x, ultrassom, endoscopia), além de salas cirúrgicas.

“Na visita, compartilhamos detalhes sobre o processo de ensino-aprendizagem no curso de Medicina Veterinária, grade curricular e a forma de abordagem de temas como anatomia, fisiologia e bioquímica para os estudantes, além de apresentarmos técnicas de preparação de animais para as aulas práticas”, conta o coordenador do curso de Medicina Veterinária da IMED, Deniz Anziliero.

O ministro Faysal e seu filho Mohamed, que atualmente mora em Passo Fundo e trabalha em uma importadora latina de carne bovina, frango e arroz, também compartilharam informações sobre o Sudão, principalmente na área de educação. “Lá eles recebem muitos alunos de países próximos, então costumam utilizar muito o inglês para se comunicar. Existem instituições públicas, mas a maioria das instituições do Sudão são privadas. E no ensino da Medicina Veterinária, uma diferença e curiosidade é que eles tem uma espécie a mais pra estudar: os camelos”, conta o professor Deniz.

A visita também representou o interesse dos sudaneses em ter acesso ao conhecimento produzido na instituição por meio de pesquisas científicas na área. Pesquisador e professor do Mestrado em Administração da IMED, o docente Vitor Francisco Dalla Corte acompanhou a visita e trocou experiências com Faysal e Mohamed: “Conversamos sobre a construção de pesquisas relacionadas ao agronegócio, bem como intercâmbios para possíveis estudantes de pós-doutorado. Além disso, discutimos sobre produção e consumo de alimentos, possibilidade de ampliação de mercados do Agro e inovação, desde a produção até a chegada de alimentos ao consumidor”, relata o professor.  

Também participaram do encontro com o ministro sudanês o diretor do campus Passo Fundo, Luiz Ronaldo Freitas de Oliveira, a especialista de Relações Internacionais, Márcia Perin, e a professora Emanuele Serro Pottker, do curso de Medicina Veterinária.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia