Comunicação

Notícias

VOLTAR
05/08/2020
Atividade de cocriação discute melhorias para o bairro Rodrigues

Por: Eduarda Perin

() comentários

Ação online promovida pelo Mestrado em Arquitetura da IMED debateu
melhorias para a região onde está inserido o campus Passo Fundo da instituição

O uso criativo e temporário de terrenos baldios, espaços de lazer distribuídos pelo bairro, cenários de promoção da saúde, agricultura urbana e espaços de consciência comunitária e socioambiental foram alguns dos cenários discutidos na atividade de cocriação, realizada pelo Mestrado em Arquitetura da IMED, com a participação ativa da comunidade.

A ação foi desenvolvida pelos alunos e docentes das disciplinas de Planejamento Urbano e Regional, do curso de Arquitetura e Urbanismo, e de Projeto Inclusivo, do Programa de Pós Graduação em Arquitetura e Urbanismo (PPGARQ), além do grupo de pesquisa NITAU (Núcleo de Inovação e Tecnologia em Arquitetura e Urbanismo).

O encontro online e síncrono pela plataforma Zoom proporcionou três dinâmicas mediadas pelos alunos, com a participação ativa da comunidade. A primeira atividade, chamada de “Advinha, Advinha Vizinho” foi um quebra gelo para os participantes se conhecerem e compreenderem o ponto de vista de cada um sobre o bairro.

A segunda dinâmica foi o debate de cada cenário e a votação de prioridades e a terceira foi o codesign do playground da praça Capitão Jovino. “Foi apresentada a história de requalificação da praça e o anteprojeto inicial para tornar o playground inclusivo. Essa proposta já é o resultado de ações de codesign realizadas com crianças, pessoas com deficiência visual e terapeuta ocupacional iniciadas em 2019. A etapa com a comunidade é a continuidade da metodologia de codesign de paisagismo que visa construir a proposta coletivamente”, explica a professora Andrea Mussi, docente do PPGARQ e coordenadora da atividade.  

Segundo ela, todos esses cenários fazem parte de uma ação mais global relacionada ao Plano Diretor do entorno do campus da IMED e do Bairro Rodrigues e imediações, onde a IMED está inserida. “A instituição possui um papel importante de estimular a participação ativa da comunidade na melhoria do seu habitat urbano, promovendo a qualidade de vida constante de quem mora, empreende, trabalha, estuda ou transita no local”, enfatiza.

O workshop permitiu que os alunos praticassem o planejar urbano diretamente com as pessoas envolvidas na rotina da cidade. “Mesmo não podendo ser presencial, o evento online possibilitou a eles uma experiência enriquecedora e essencial para a sua plena formação profissional. Os alunos foram questionados e estimulados a construir junto com as pessoas”, acrescenta a docente.

Prioridades
Entre as dinâmicas esteve a votação das prioridades para o bairro, onde os participantes apontavam o que gostaria que fosse implementado na região. Faixas elevadas ou alargamento de esquinas (100%), pocket parks em terrenos baldios (87,5%), hortas comunitárias em terrenos baldios (75%), iluminação pública para o pedestre (75%), programa saúde certa (75%), calendário de eventos (62,5%), caminhabilidade (62,5%), programa EC: Experiências e Conexões (50%), feira pública ou lojas de produtos locais (50%).

A votação também elegeu os brinquedos do playground inclusivo: balanço inclusivo (100%), gangorra para pessoas com mobilidade reduzida (100%), gira gira para cadeirantes (90%), túnel (81%), estação de bicicletas compartilhadas (81%), telefone sem fio (72%), estação de escolha de brinquedos (72%), escalada com escorregador (63%), balanço cesta (63%), circuito com rampas (63%) e estação de água (54%).

Organização e apoio
Participaram da organização, com a coordenação da professora Andrea Mussi, os alunos da disciplina de Planejamento Urbano e Regional, Carina Ickert, Daniel Martins, Gabriela Agostini, Guilherme Weissheimer, Izadora Zambotto, Lauren Fagundes, Maria Eduarda Bade, Pamela Hackenhaar e Tauane Schneider, as pesquisadoras do NITAU, Alana Schneider, Carolina Werner, Daiara Rodrigues, Luísa Deon, Priscila Isele e Kalyane Rosseto e o mestrando Adilson Giglioli, PAD da disciplina. A ação teve o apoio da UNA Construtora.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia