Como Logar?

Comunicação

Notícias

VOLTAR
16/06/2017
Acadêmica de Arquitetura e Urbanismo realiza estágio em Londres

Por: Bruna de Mattos

() comentários

O primeiro passo para muita gente entrar no mercado de trabalho é através da realização de estágios, um espaço em que você pode colocar em prática aquilo que aprendeu em aula, tendo o auxílio de profissionais já formados que transmitem seus conhecimentos através das ações do dia a dia.

Para a acadêmica do 9° semestre do curso de Arquitetura e Urbanismo da IMED, Isadora Pianezzola Campetti esse estágio teve um gostinho europeu. A aluna realizou seu estágio durante as férias de final de ano no escritório Madigan & Browne, em Londres.

A oportunidade surgiu intermediada pela professora Rafaela Simonato Citron, que já trabalhou no escritório. “Passei cinco semanas neste escritório que conta com cerca de 25 funcionários, de todas as partes do mundo: Inglaterra, Irlanda, Egito, Romênia, Rússia, Escócia, Espanha e Brasil. Acredito que a experiência me proporcionou grande crescimento, não só profissionalmente, mas também pessoalmente, por conviver com diferentes culturas, conhecer outros costumes e lugares, além de poder melhorar meu inglês. O maior desafio foi o inglês. Os ingleses têm um sotaque muito forte. Nos primeiros dias não foi fácil, mas depois melhorou”, conta Isadora.

Durante o estágio a acadêmica pode conhecer como funciona um grande e renomado escritório. “Pude ver como acontecem as etapas de trabalho, reuniões e correções, como apresentam os trabalhos para os clientes e de visitar a obra de uma residência de cinco pavimentos que o escritório estava executando, que custaria em torno de 60 milhões de libras. Inacreditável. O trabalho do arquiteto é muito mais valorizado e respeitado lá, os projetos são mais detalhados e também melhor remunerados, destaca.

Confira o depoimento da acadêmica sobre a experiência

O que me impressionou em Londres, como estudante de arquitetura e urbanismo, é como a mobilidade urbana funciona. A maioria das pessoas não possui carros e não precisa, pois, os sistemas de transporte públicos são muito eficientes. Como incentivo ao uso de transporte público, eles cobram altas taxas para estacionar os carros na rua e até mesmo, para circular no centro da cidade. O melhor de Londres são seus diversos parques, espalhados por toda a cidade, com várias árvores, lagos, aves e esquilos lindinhos. Dá para esquecer que você está no meio de uma cidade com mais de 8,6 milhões de habitantes. Na parte da arquitetura, destaco a preocupação com restauração e preservação do patrimônio histórico. Para aprovar a construção de um edifício novo, o principal requisito é que o projeto respeite as características e edificações do entorno.

A experiência foi incrível, pude viver um pouco da história da arquitetura e também conhecer prédios de arquitetos que admiro, como Zaha Hadid e Norman Foster, além de fazer amigos, provar comidas diferentes e viver momentos incríveis. “Viajar é a melhor forma de se perder e de se encontrar ao mesmo tempo”.

Galeria de Imagens
comentários sobre esta Notícia